DIREITO DE SEGUROS

Este blog tem como principal objetivo transmitir informações relacionadas ao Direito de Seguros, em especial quanto ao posicionamento do Poder Judiciário. Entretanto, poderá também oferecer outras matérias relevantes e interessantes.

Serve também como canal de comunicação entre o nosso escritório e todos aqueles que tenham interesse nessa importante matéria cada vez mais integrada ao dia a dia.

Agradecemos por comentários, sugestões, opiniões que solicitamos sejam enviados diretamente para direitodeseguros@gmail.com

O escritório dedica-se ao Direito de Seguros desde 1992, patrocinando causas de Segurados e também de Corretores de Seguros na busca de seus interesses e na defesa de seus direitos.

Rua 15 de Novembro, 534 - sala 95
Fone: (47) 3326-2659
89010-000
Blumenau-SC


quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Seguradoras perdem US$ 50 bilhões com catástrofes

As companhias de seguros perderam US$ 50,7 bilhões este ano com indenizações de catástrofes naturais e desastres praticados pelo homem, no segundo ano mais custos o da história do setor. A cifra foi divulgada pela Swiss Re, uma das principais resseguradoras do mundo. Em 2005, as perdas tinham batido o recorde de US$ 118 bilhões. 

A fatura das tragédias para a sociedade foi de US$ 225 bilhões este ano, incluindo perdas cobertas ou não pelas seguradoras, como prédios, infra-estrutura e veículos, e que fizeram 238 mil mortos. 

Desse total, a fatura das seguradoras ficou em US$ 50 bilhões. Não foi maior porque não cobriu algumas das maiores catástrofes. O terremoto de Sichuan, na China, deixou prejuízos de US$ 85 bilhões, mas os chineses não tinham seguro. Já o furacão Ike, nos EUA e Caribe, fez estragos de US$ 40 bilhões, dos quais US$ 20 bilhões foram cobertos pelas seguradoras. 


(Assis Moreira | Valor Econômico para Valor Online)   18/12/2008 - CQCS